A verdadeira questão não é se as máquinas pensam, mas se os homens pensam

BF Skinner disse uma vez: "A verdadeira questão não é se as máquinas pensam, mas se os homens pensam"

Esse ditado é altamente aplicável ao novo fenômeno do carro autônomo e à maneira como a sociedade lida com esse produto. Por exemplo, é preciso começar a pensar sobre a influência do carro autônomo no projeto da moderna rede rodoviária holandesa. Por esta razão, o Ministro Schultz van Haegen ofereceu o relatório 'Zelfrijdende auto, Verkenning van implicaties op het ontwerp van wegen' ('Carros autônomos, Explorando implicações no projeto de estradas') à Câmara dos Representantes holandesa em 23 de dezembro. Este relatório, entre outros, descreve a expectativa de que será possível omitir sinais e marcações rodoviárias, projetar estradas de forma diferente e trocar dados entre veículos. Desta forma, o carro autônomo pode contribuir para a eliminação de problemas de tráfego.

Compartilhe
Law & More B.V.