Porto de Roterdã e TNT vítima de ataque mundial de hackers

Em 27 de junho de 2017, empresas internacionais apresentaram problemas de TI devido a um ataque de ransomware.

Na Holanda, APM (a maior empresa de transferência de contêineres de Rotterdam), TNT e fabricante de produtos farmacêuticos MSD relataram falha em seu sistema de TI devido ao vírus chamado “Petya”. O vírus de computador começou na Ucrânia, onde afetou bancos, empresas e a rede elétrica da Ucrânia e depois se espalhou por todo o mundo.

Segundo o diretor da empresa de segurança cibernética ESET Dave Maasland, o ransomware usado é semelhante ao vírus WannaCry. No entanto, ao contrário do seu antecessor, ele não altera os dados, mas exclui completamente as informações imediatamente.

O incidente confirma mais uma vez a necessidade de colaborar na segurança cibernética.

Configurações de privacidade
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se você estiver usando nossos serviços através de um navegador, você pode restringir, bloquear ou remover cookies através das configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seletivamente seu consentimento abaixo para permitir essas incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, os dados que coletamos e como os processamos, confira nossos Política de Privacidade
Law & More B.V.